Descobrindo a (minha) “inventividade metafórica”

Depois de dias intensos mergulhada em psicanálise (aulas, textos, grupo de estudos, reunião e até feijoada com psicanalistas!), descobri ums expressão que muito me identifica: inventividade metafórica. 

Estranho, não é? Aí entendo mais ainda quando escuto e penso que não é muito “normal” quem escolhe ser analista.

Para quem quer se aventurar a tentar entender o termo, está no texto sobre a formação do analista proposta por Lacan, do autor Alain Didier-Weill, POR UM LUGAR DE INSISTÊNCIA. 

___________________

Até a hipótese do passe, havia o seguinte paradoxo: 

como a “inventividade metafórica” do analista, na análise pessoal, desaparecia frente aos “alguns outros” da instituição, podendo interromper o autorizar-se? 

___________________

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s